segunda-feira, 16 de março de 2009

Bolo de Avelãs

Fiz um bolo e ficou bom!
Quem me lê habitualmente, compreende a razão deste entusiasmo. Neste bolo de avelã, inventado, pois claro, tudo correu bem.
Claro que dirão que é um bolito simples, quase um bolo básico, e em face das maravilhas doces que eu vejo por esses blogs fora todos os dias, têm razão.
Isso não invalida que, para mim, qualquer bolo que fique sem defeito, por mais simples que seja, se torne um motivo de vaidade, aqui orgulhosamente exposto.
.
Ingredientes:
.
7 ovos (6+1)
300g de açúcar
150g de margarina
200g de miolo de avelã moído
250g de farinha
1 colher de sobremesa de fermento químico
1 pitada de sal fino
1 pacote de natas
3 colheres de sopa de açúcar em pó
1 colher de sopa de sumo de limão
.
Preparação:
.
Bata 6 gemas com o açúcar até obter um creme fôfo e branco. Junte então a margarina derretida, o miolo de avelãs e, pot fim a farinha e o fermento (ou use farinha com fermento). No meu caso a massa resultante ficou nitidamente seca demais, pelo que juntei mais um ovo inteiro para melhorar a consistência.
Bata as claras em castelo muito firme com uma pitada de sal e envolva-as na massa, tendo o cuidado de não esmagar as claras e sim de incorporá-las na massa.
Coze em forno médio, forma untada e enfarinhada, durante cerca de uma hora (ou um pouco mais) e é extremamente regular no crescimento, não fazendo grandes bossas.
.
Prepare um creme de Chantilly com as natas bem geladas, o limão e o açúcar em pó e recheie o bolo depois de frio.
.
Decorei com flores naturais cristalizadas (camomila e borragem) em casa, uma técnica engraçadíssima de que vos falarei qualquer dia.

Nota: Os tempos indicados são, é claro, para forma sem chaminé central. O cozimento progride lentamente da periferia para o centro e o bolo está pronto quando o centro está cozido. Numa forma "de buraco", ficaria pronto em metade do tempo.

Pode fazer este com amêndoa ou noz, devendo reduzir, no caso da noz, a gordura em cerca de um terço para o bolo não ficar demasiado gorduroso.

4 comentários:

Mary disse...

Ainda hei-de testar um bolinho só de avelãs!
Este ficou enorme e super apelativo com as natas...
Que belos lanchinhos!:)

cupido disse...

Boa malha. Lembro-me sempre daquele fabuloso "soquéte" do Herman numa passagem de ano...

"Eu é mais bolos.."

não deve ter ficado nada mau.

anna disse...

Como eu percebo a saga do Luís com os bolos e os doces... nisso somos parecidos!
Mas depois até nos saem umas coisas boas e bonitas como este bolinho simples, mas tão simpático...
Beijinhos.

ameixa seca disse...

Muitos parabéns, ficou mais bonito do que alguns feitos por pasteleiros :) Esse pormenor das flores é uma coisinha que tens que ensinar ao pessoal!