sábado, 19 de janeiro de 2013

Bolo de Laranja, cenoura e azeite



                     É raro que apareçam bolos por aqui, apesar de os fazer com alguma frequência. Isto deve-se a que a maioria dos bolos que faço são obra do momento, receitas “a olho” que, ou não saem coisa que valha aqui figurar ou, valendo, foram feitas de impulso e não são portanto repetíveis ou sequer relatáveis por eu não saber as quantidades que usei.
Mas o bolo de hoje saiu bom, muito bom mesmo, a cumprir a sua missão de acompanhar o chá de um Sábado miserável de frio, chuva e vento e até sei como fiz, coisa rara mas que aconteceu. Hoje.

Ingredientes:

6 ovos
250g de açúcar
1 dl de azeite
2 cenouras (175g)
Raspa de duas laranjas
1 pitada de sal
200g de farinha 55
1 colher de sobremesa de fermento químico
Manteiga para untar a forma

Preparação:

Bata as gemas com o açúcar até ficar branco e fofo. Junte o azeite, as cenouras raladas, a raspa e o sal.
Mexa.
Adicione então a farinha e o fermento, bata bem e envolva ao de leve nas claras batidas em castelo firme.
Leve a forno quente (200ºC) durante cerca de 8-10m e depois para 170ºC durante mais 25-30 minutos, ou até estar cozido. Graças à cenoura crua, fica sempre húmido e fresco.

6 comentários:

Amândio Cupido disse...

Depois de ver este post pensei dizer algo sobre regrinhas a ter em conta na boa execução da doçaria, mas deixo isso para um post pensado.

Na verdade, desde que se conheçam minimamente bem as relações de causa e efeito e de acção reacção na cozinha, fazer um bom bolo, sai quase a olho. Naturalmente, ficam de fora disto, as grandes e testadas receitas.

anna disse...

Até parece um dos meus... que bom para um dia como o de hoje, em que se ficou em casa.
Beijo.

Belocas disse...

Um bolo bem ao estilo caseiro.
Estes são aqueles que mais gosto, sem cremes, recheios ou coberturas....Hummmm!!
Um abraço e bom Domingo

Michele Demoustier disse...

Sou incapaz de fazer um bolo a olho ! Este bolo tem optimo aspecto, adoros bolos com azeite e vou experimentar seguindo a receita.
Obrigada.

Belinha Fernandes disse...

Olá sr. Luis!
Ia deixar-lhe um comentário todo entusiasmado numa postagem que escreveu sobre chá e que apresenta chá em forma de ninho! Achei fantástico, não conhecia. Eu gosto de chá mas não vario muito.Em Setembro experimentei umas tisanas novas mas cada vez fico mais decepcionada com as saquetas. Apenas são práticas, mas nem poesia nem tradição nem aroma rico! Depois dessa postagem já andei a ler outras receitas e acho o seu blogue magnífico. Cá estou a deixar um comentário no primeiro assunto, como pede. É preciso dizer-lhe que não gosto de cozinhar, mas que gosto de ler sobre cozinha...um contrasenso!Há tanta coisa que não conheço, ingredientes, formas de combina os alimentos. Da teoria à prática é que eu falho, mas a leitura, nem por isso. De vez em quando também publico as minhas aventuras culinárias no blogue, mas nem é tanto por partilhar a receita, pois são sempre básicas, é mais pela aventura de me ter aventurado na experiência e porque gosto de escrever! Já coloquei um link para aqui, voltarei, certamente!

Belinha Fernandes disse...

Olá, boa noite! Já aqui estou novamente. Desta vez li a postagem dedicada aos caracóis, pois também sou grande apreciadora. Os últimos que comi estavam uma vergonha, foi no Algarve,na Praia da Rocha. Só me apetecia obrigar a dona do bar a comê-los, como castigo...Também já os fui apanhar, ajudando a preparar, com amigos. Já vai para dois anos que nada de caracóis. Não são baratos e o meu orçamento nem sempre chega para petiscos...Até à próxima!