sábado, 1 de Dezembro de 2012

Asinhas de Frango com Molho de Peixe


                      Há mais vida para além dos blogs de comidas e tive por isso, há muito, de fazer uma opção difícil entre três caminhos possíveis: ou cuidava do meu próprio blog, ou descurava o meu blog e dava largas à vontade de estar a par do que se ia fazendo na multidão de blogs de qualidade que existem, cá e por esse mundo fora, ou fazia as duas coisas e desistia de tudo o que existe para além disto, a vida não-virtual!
Claro que quem me segue e todos os que há muito me relegaram para a categoria de insociável ou bicho-do-mato virtual, sabem qual foi a minha escolha e não estou arrependido de tê-la feito, apesar de me roer sempre um pouco a sensação de que estou a passar ao lado de tantas coisas boas que dia a dia por aí se publicam. Precisaria, isso sim, de mais umas quantas vidas para conseguir lê-los e de muitas mais para prová-los!
Mesmo assim, vou espreitando quando posso, aqui e ali, e foi numa dessas incursões esparsas que deparei com a musa que inspirou esta receita que hoje vos deixo, lá para os idos de Junho e pela mão do J.P.Diniz no seu incontornável e indispensável blog  Ardeu a Padaria.
Claro que estas asinhas são muito diferentes das dele, que já eram diferentes das que o inspiraram do Rasa Malaysia, mas é isso exactamente que eu procuro numa receita: pistas para cozinhar a minha comida, não a do autor da receita. Eu fico satisfeito quando alguém me diz que seguiu à risca uma receita minha e que resultou muito bem, mas mesmo contente, fico quando me dizem que a alteraram ou usaram como inspiração para uma nova, feita pelos seus processos e de acordo com o seu gosto. 
Isso é cozinhar!

Ingredientes:

Asas de frango
Hortelã
Piri-piri
Pimenta preta
Açúcar mascavado
Molho de peixe “Nuoc Mam
Ovo
Pão ralado

Preparação:

Separe a asa nas suas três partes e rejeite a última.
Coza em água, sem sal e com hortelã, durante cerca de quinze minutos e em lume baixo, estes segmentos de asa, 
escorra-os e reserve-os.  Leve de novo o caldo ao lume, sem a gordura que se formou na cozedura e reduza-o até ter o volume de cerca de uma chávena de café. Reserve também.
Bata um ovo com uma colher de sopa de molho de peixe tailandês “Nuoc Mam”, passe por este ovo cada pedaço de asa e depois por pão ralado e repita a operação de modo a ficarem duplamente panados.
Faça o molho, dissolvendo numa chávena de café de caldo reduzido uma colher de sobremesa de açúcar mascavado, pimenta preta e piri-piri a gosto e junte mais uma chávena de café de molho de peixe “Nuoc Mam”. 
Finalize com hortelã fresca picada.
Frite os panados em óleo até estarem dourados, escorra em papel e sirva-os quentes, 
regados com o molho ou, como eu prefiro, molhando cada pedaço numa tacinha com o molho, à medida que se vai comendo esta delícia.


1 comentário:

Edgar J. Domingues disse...

A receita da tarte tatin resultou na perfeição. Usei maçãs "fuji" de um agricultor da minha terra, pequenas mas muito doces. Parabéns por este blog, verdadeiro serviço público.
Obrigado