quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Pickles de casca de limão ( hamed mreked)

     se é verdade que quando evocamos a maravilhosa cozinha marroquina o que nos salta de imediato à memória é a panóplia exótica dos açafrões, gengibres, cominhos ou o incontornável Ras-el-Hanout, não é menos verdade que quando metemos mãos à obra, quando tudo até corre bem e o prato maravilha os comensais, para nós que guardamos na memória os sabores experimentados lá, fica sempre algo em falta, indefinido, um je ne sais quoi que nos apressamos a atribuir a este ou àquele ingrediente ou tempero mas que não é mais do que a falta do limão em pickles salgados, o hamed mreked.
Quando na tagine da receita anterior vos disse que na falta do hamed mreked, usar casca de limão fresca era melhor que nada, foi exactamente isso que quis dizer: melhor que nada! Atrever-me-ia a afirmar que este singelo limão salgado representa a alma mais profunda e essencial da exuberante cozinha marroquina e é o único ingrediente verdadeiramente insubstituível.
Fazer esta conserva é de uma simplicidade desconcertante e deixei aqui o processo nativo em 2011, mas devo admitir que as quantidades envolvidas, as dificuldades de conservação depois de abertos os frascos e a utilização necessariamente esporádica na nossa cozinha quotidiana a tornam pouco prática. Nos últimos anos fiz várias tentativas para recriar o sabor do hamed mreked numa forma mais adequada ao uso que lhe damos na cozinha europeia e é dos resultados e do êxito dessas experiências que vos deixo hoje aqui circunstanciado relatório, última entrada deste ano de 2016, com votos para todos os leitores, amigos, seguidores ou apenas visitantes, de um bom Ano 2017!

Ingredientes:

Casca de 2 ou 3 limões
Sumo de 1 limão
Água
Sal marinho, grosso


Preparação:

Escolha limões maduros e cascudos e frascos pequenos, desses que se usam para compotas. Esterilize-os.
Retire o sumo aos limões e reserve o sumo de um limão para cada frasco. Corte a casca de cada metade de limão em oito partes
e retire parte da gulema branca onde estão ainda pegados os restos espremidos dos gomos.
Arrume estes pedaços dentro do frasco, de modo que fiquem apertados mas deixando uma margem abaixo do bordo,
junte o sumo reservado de um limão e ponha por cima uma colherada generosa de sal grosso.
Faça uma solução saturada de sal, dissolvendo-o em água, ao lume, de modo a que haja uma parte que já não se consegue dissolver e fica no fundo
e junte-a, ainda a ferver de modo a cobrir todo o conteúdo do frasco e fique com cerca de um centímetro abaixo do bordo do frasco.
Coloque o frasco aberto no microondas
e ligue até ver que o líquido está a ferver  e borbulhar. Abra a porta e tape de imediato, enquanto o líquido ainda ferve.

Deixe num local escuro durante um mês e está pronto o seu hamed mreked.
 Após abertura do frasco, mantenha no frigorífico e tente consumir em dois meses.


7 comentários:

Cruz disse...

Gosto muito do sabor do limão e do sal.

Esta combinação deve ser muito interessante para o meu paladar.


Mas, para além do pecado de ser comido simples, o que este hamed mreckd poderá acompanhar.

Cruz Gaspar

castrantonio disse...

Para quem como eu já tinha experimentado a "outra fórmula", esta parece o ovo de Colombo...
É muito bom saber que temos aqui sempre uma boa ajuda para os nossos petiscos.
Bem haja
antonio

Luís Pontes disse...

Caro Cruz Gaspar,
Para falar verdade nunca experimentei comê-lo assim, pelo que não sei exactamente se será bom...quem sabe?
O seu valor culinário habitual é como tempero, sendo incluído em praticamente todas as tagines e na maioria dos pratos marroquinos.

Cruz disse...

Obrigado pelo esclarecimento, amigo Luís Pontes.

Um dia destes arrisco.

Muhammed Sevgi disse...

nevşehir escort
van escort
şanlıurfa escort

Ahmet Lefkoşa disse...


elazığ escort
erzincan escort
burdur escort

Ahmet Lefkoşa disse...

escort ısparta
escort kıbrıs
escort manisa