sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Pimenta na Língua


Os anglo-saxónicos dizem "ter a língua lavada com sabão" como fórmula de ameaça quando as criancinhas, ainda mal adestradas às convenções do falar, ou por provocação pueril, descambam para aquelas palavras que pressentem proibidas e tabú, coisas de sexo e imprecações de gente grande.

Por cá, na mesma situação, a ameaça terrível cheia de conotações de processos inquisitoriais e caves de tortura, era a "pimenta na língua"!

Realmente, não conheço nenhum caso em que a menção ameaçadora tivesse passado à prática e, se nalgum caso passou, por certo só conseguiu destravar mais a já destravada língua.

Não que às vezes não fosse um belo tratamento para certos destemperos, não de criancinhas, é claro, mas de gente grande que deixa sair tudo sem pensar, boca fora, sem querer saber se ofende ou magoa.

Foi a pensar nas linguínhas bífidas destas serpentezinhas disfarçadas, às vezes atafulhadas em profissionais doçuras mas que ofendem, desabridas e depois incapazes de um mea culpa que tudo sanaria, que eu puz estas "pimentas" nas velhas e infantis Línguas de Gato, aproveitando o sabor da malagueta fresca, só possível agora, antes de secarem e ficarem simplesmente picantes.

O resultado foi um prato de deliciosas bolachinhas que desapareceram num instante e recomendo vivamente. (Não uma especial, que não aparece nas fotos, feita com as sementes de "fogo", para a tal cobrinha) :-)









Nota:
Estas "Bélinhas" (lembram-se?) são de uma simplicidade desconcertante, usei chocolate negro "de comer" e não culinário, era o que tinha em casa quando me lembrei de experimentar o sabor de Chocolate com Pimenta, derretido em banho-maria, umas Línguas de Gato do lidl, e, é claro, as malaguetas frescas da minha colheita.

4 comentários:

Suzana disse...

Tendo sido (tempo verbal correcto?) uma língua destravada - não exactamente pelas asneiras - não me importava nada de ter um tratamento com estas bolachas! O picante e o chocolate são de facto velhos amigos.

Obrigada pela referência das cidades do Calvino. Fez-me desarrumar o livro da estante e reler a minha favorita Eutrópia...

Bom fim de semana

anna disse...

Pimenta e chocolate são uma agradável e surpreendente surpresa...
Queria uma «Belinha» dessas aí!
Beijo.

Marizé disse...

Que óptima ideia!!!

Adoro linguas de gato e sobre o chocolate com pimenta é de facto uma ~parceria de "estoura".

Bom fim de semana

P.S. Que boas que eram as Belinhas :-)

pipoka disse...

Deve ser à espera que um dia me ponham estas pimentas na língua, que eu digo tantos palavrões ;-)

bj

PS - as belinhas trazem-me memórias doces não só por questões óbvias, mas porque era assim que me chamavam quando era uma miúda.