quinta-feira, 10 de julho de 2008

Crepes de Camarão (Passar pelo Vietname)

Acabou a provação! Uns quilinhos mais leve (ou menos pesado) pude finalmente voltar a comer de tudo, apenas a pratada fica proibida.
Nestas alturas apetece mais que o trivial e decidi seguir a linha do jantar Y da semana passada, dar uma volta pelo material culinário oriental e partir para uma aventura de fusão ao sabor dos ventos do Vietname com os seus típicos crepes de papel de arroz, finíssimos como se de massa filo se tratasse.

Ingredientes:

Crepes-
1 cenoura pequena
1 cebolinha
1 folha de aipo com o talo
½ Pimento vermelho
½ Pimento amarelo
200g de “Misto de Cogumelos”
200g de miolo de camarão
2 colheres de sopa de Óleo de Sésamo
2 colheres de sopa de pão ralado claro
2 colheres de sopa de Molho de Peixe
50g de Spaghetini de Arroz (aletria)
Folhas de Papel de Arroz, redondas (4 a 6)

Molho-

1 colher de sopa de Mel
1 colher de sopa de Vinagre de Arroz
2 colheres de sopa de Molho de Peixe
1 colher de sopa de água

Preparação:

Leve os ingredientes do molho vietnamita ao lume e assim que ferver, retire e reserve no frigorífico.
Ponha o spaguetini de molho em água fria durante 15 minutos, para amolecer. Coza-o em água e sal durante 1 minuto, passe por água fria corrente e reserve dentro de água gelada para não pegarem.
Aloure ligeiramente a cebola e o aipo picados, no óleo de Sésamo. Junte o resto dos legumes cortados em tirinhas finas, deixe-os amolecer um pouco e por fim adicione o misto de cogumelos (são pequeníssimos cogumelos de várias espécies e cores, em frasco), o miolo de camarão e o molho de peixe. Envolva e seque o líquido que sempre se forma ao adicionar o camarão com o pão ralado (use apenas o necessário para que não fique líquido no fundo). Prove e, se for necessário mais sal (até agora apenas usou aqui o sal do molho de peixe), rectifique com sal ou com um pouco mais de molho de peixe.
Demolhe brevemente duas rodelas de "papel" de arroz, retire-as assim que estiverem suficientemente moles para dobrar, ponha-as sobre um pano seco e enxugue o excesso de água na parte virada para cima. Disponha um pouco de recheio de camarão, descentrado, coloque sobre ele um pouco de massa escorrida e um talo aparado de aipo, dobre sobre o recheio a parte mais pequena do "papel", depois sobre esta as duas laterais e por fim a badana maior, que o envolve como um envelope.
Frite em óleo bem quente até ficar louro e estaladiço, escorra em papel absorvente e sirva quente, com o molho vietnamita ao lado.
Acompanhe como quiser. Eu optei por palha de Alho Porro, cebola branca temperada com pimenta moída na altura e azeite trufado, e um pouco do spaguetini temperado com pimenta rosa e molho vietnamita.

Nota:

Esta receita tem como única dificuldade o manuseamento do papel de arroz: Estas finíssimas folhas secas devem ser demolhadas em água fria para poderem ficar moles, transparentes e dobráveis. Esta operação decorre muito depressa, cerca de 30 segundos, e se ficarem muito tempo de molho começam a partir-se expontaneamente e ficam imprestáveis. Para evitar este desesperante contratempo, demolhe apenas duas rodelas de cada vez de modo a poder retirá-las da água quando a folha está no máximo de resistência.
O talo de aipo dá o toque picante e ao mesmo tempo fresco deste crepe; se não o usar substitua por um pouco de malagueta, piri-piri ou wasabi.
.

2 comentários:

Marizé disse...

Isso é que foi reconciliar-se com o molho de peixe!

Fico feliz pelo periodo de provação ter chegado ao fim e com resultados positivos.

Gostei muito desta fusão, a culinária do Vietname está entre as minhas preferidas.

Bj

pipoka disse...

Tem mas é que me dar a receita dessa dieta, pois foi eficaz e não durou assim tanto tempo (estarei enganada?). ;-)