sexta-feira, 4 de junho de 2010

Atum de azeite e vinagre!

......................... As férias são o tempo, por excelência, das refeições-minuto.
Se há dias em que até se arranja um tempinho para cozinhar, outros há em que as soluções se tornam verdadeiramente minimais, uma lata de atum com umas batatas e cebola por cima e está o almoço aviado que há tanto e tão bom para fazer!
.

.
Deste almoço que me soube divinamente, não sei há já quantos anos não comia uma lata de atum com batatas, não vos vou deixar a “receita”, descansem, antes falar de algo que temos de fazer antes, perante a prateleira do super-mercado, algo que está na nossa mão, mesmo só na nossa mão e que pode fazer a diferença para o futuro deste nosso amigo de sempre, o atum.
Estas são duas latas de atum. Uma barata, outra cara, uma produzida com consciência ambiental, outra com predação e ganância.


Curiosamente, a barata (Nixe, Lidl) é a consciente, a cara (Tenório) a predadora.
Quando comprar atum, não custa nada ver se a marca tem impresso este pequeno símbolo azul, o da pesca sustentável.


Convenhamos que é muito mais importante que saber que o Tenório ganhou uma medalha na Exposição da Tapada de 1864!




2 comentários:

António disse...

Concordo plenamente com a atenção que devemos ter a esses "promenores" de pesca sustentável e outros. Por norma reparo nisso, mas nunca é demais relembrar, vou divulgar e estar ainda mais atento.

Um abraço
António C. Antunes

Guidinha Pinto disse...

Gostei de passar aqui. Tem informação útil, para além de «coisas» culinárias bastante simples e interessantes.
Essa do «safe», confesso que já tinha reparado, mas não lhe dei a devida importância. Por ignorância. Vou ter mais cuidado nas escolhas futuras e vou partilhar.
Fique bem.
Guidinha Pinto