sexta-feira, 5 de junho de 2009

Choco Frito


Durante muitos anos o choco frito foi, para mim, como que uma maldição.
Como por mais que me esforçasse aquilo nunca saía com a suculência e o perfume dos que se comiam em Setúbal, às tantas, dei por mim a tentar descobrir "segredos" e truques ocultos, o que não faz, de todo, o meu género.
De facto, quase sempre que se fala em segredos bem guardados, o que estamos a dizer é que não sabemos fazer.
Depois, o dono do pretenso segredo lá alinha na história e tenta tirar um dividendozito qualquer do segredo que lhe puzeram no colo! É como os óculos escuros do Pedro Abrunhosa!*
.
Eu bem olhava para tentar apanhar o malicioso movimento secreto que transformava ali, à minha vista, uns chocos crús numa travessa de maravilhoso choco frito numa quase-taberna do Alto da Guerra, à saída de Setúbal em direcção a Águas de Moura.
Nada! Eles faziam tudo como eu tentava depois, lá em casa!
Assim, deixei de tentar, interiorizei que não era capaz e, quando queria choco frito ia comê-lo a Setúbal!
.
Foi nessa quase-taberna de beira estrada no Alto da Guerra que, anos mais tarde, se revelou afinal o almejado "segredo": cheguei pela tardinha e pedi logo a travessa do costume. Então, para meu espanto, a dona da casa pôs seu ar mais consternado e disse - Não há! Hoje, na praça, os chocos já não eram os apanhados durante a noite e com chocos de ontem ..... não dá!
E foi então que se fez luz! Era esse o "segredo", afinal o que sempre se soube a propósito de peixe: só a frescura absoluta faz a verdadeira diferença.
Passei então à aventura de conseguir chocos com apenas horas de apanhados. Em Lisboa encontram-se no Mercado da Boa-Hora, em peixeiro certo que não nos engana. Depois é fácil, assim:
.
Ingredientes:
.
Chocos médios, fresquíssimos
Sal
Farinha
Ovo
Limão
.
Preparação:
.
Limpe completamente o choco. Deixe esse trabalho por conta de quem vende; é dos poucos casos em que, por o amanho ser radical, não vale a pena levar trabalho para casa. Mas não deixe esfolar o choco, quando digo arranjar é tirar olhos, dente e vísceras, mais nada!
.
Corte o choco em pedaços relativamente grandes, cada choco em 7-8 partes, tempere com um pouco de sal e espere uns minutos. Enfarinhe bem os pedaços, passe cada um por ovo batido e frite em óleo bem quente numa frigideira alta de modo a que fique bem coberto e solto durante a fritura. Retire assim que alourar e regue logo com abundante sumo de limão.
. *
O cantor Pedro Abrunhosa usava óculos escuros como toda a gente: quando estava sol.
Ainda no seu álbum Viagens, o seu primeiro grande êxito, aparece calmamente sem óculos no próprio livrinho que acompanha o cd.
Depois, numa entrevista na televisão, miserável, em que um pobre aprendiz de repórter metia os pés pelas mãos sem saber o que dizer ou perguntar, este lembrou-se de lançar ao entrevistado "porque é que usava sempre óculos escuros?".
O desgraçado do Pedro Abrunhosa ficou atónito, ele que até só usava óculos às vezes, mas, ou por deficiencia de carácter, ou porque viu ali uma oportunidade de fazer mito, lá respondeu uma coisa qualquer e, a partir dali, assumindo o mito que lhe caía no colo, nunca mais tirou os óculos escuros, o que, de dia e de noite, deve ser uma bela chatice!


5 comentários:

Moira disse...

Está desvendado o mistério, dos óculos e do Pedro... quanto aos chocos não costumo fazer porque aquilo salta óleo por todos os lados e eu gosto de cozinhar, mas odeio limpar :)
Por isso quando quero choco frito vou a Setúbal.

Susana Garcia disse...

falta o picante também que fica sempre bom, e pode temperar-se com alho penso eu,e fica muito melhor se forem passados por farinha de milho do que por farinha normal.
Mas de facto em casa dá algum trabalho a fazer é sempre melhor comer em Setúbal,onde há casas muito boas,como o Léo dos petiscos entre outras.

anna disse...

Para mim, o choco frito é mesmo a missão impossível. Agora já não preciso de ir a Setúbal, tenho uma colega lá na escola que é casada com o rei do choco frito (mas nem ela sabe os segredos) e de vez em quando traz-me um tupperware com o malvado... delicioso!
Adorei a foto do Pedro sem óculos, acabou-se o mito...
Beijinhos.

Marilia Santos disse...

No choco frito não se utiliza farinha de trigo normal, nem sequer ovo mas sim apenas o sal, pimenta, louro, limão e,quando estiver esbranquiçado (costuma demorar cerca de meia hora) passa-se por farinha de milho (a melhor é da Ramazzotti) e frita-se em óleo quante. Não é preciso mais nada e não queima em fica seco. Bom apetite!!!

Lucia Joaquim disse...

Pois eu que sei o segredo..meus amigos.. nao há segredo algum que possam pensar do choco das famosas casas de Setúbal.Pois cheguei numa dessas casas a cortar e fritar muito.. se acham que é segredo; usem uma frigideira de ferro...o picante tambem antes da farinha... mais não sei que dizer.apesar de gostar muito custa me as pessoas iludirem se um pouco à custa dessas coisas de "segredos" na cozinha.Ah e outra isso do choco fresco também não é bem assim ele vinha fresco sim..mas direto p arca e só depois de 2 dias de gelo e5era cozinhado..se serve como segredo..nunca foi me pedido segredo de nada ate porque é como digo; qual segredo?!
Existem apenas pessoas com mão e acertam num sabor e fazem no sempre assim.