segunda-feira, 8 de junho de 2009

Farfalle com Alheira alla "Carbonnara"- desafio

Adoro a criatividade mas abomino a apropriação!

É muitas vezes, quase sempre, mais fácil criar um prato novo que dar-lhe nome. Diz-se que nomear é um atributo dos deuses, significar é passar da coisa ao seu signo, ao seu nome.
E não é fácil, que isto de se ser mortal e ter trabalhos divinos é coisa séria, que o diga Hércules...
A própria estabilidade relativa de uma língua é uma prova de quão pouco se atrevem os milhões de falantes pela aventura neologística.

Em culinária e gastronomia, áreas de excelência da criatividade e experimentação, o léxico acaba por ter uma volatilidade que em nada favorece a comunicação. Aquilo que ontem eram fatias finíssimas de vitela crua e sem dúvida o carppacio, hoje aplica-se a qualquer fatia finíssima e de coisa passou a técnica geral!

A Carbonnara, esse delicioso prato italiano, bem específico na sua simplicidade, passou a molho engarrafado, ingrediente de pizza, pastas cheias de natas a chamarem-se carbonnaras... e eu, que criei em "espírito" carbonnara estes farfalle com alheira, fiquei com um rico prato sem nome e a inspiração esgotada para baptismos.


Assim, provisoriamente e a contra-gosto, vou chamar-lhe Carbonnara mas entre aspas e aqui deixo um pedido de ajuda-desafio aos amigos que me lêem: façam e provem esta delícia e depois digam-me um nome para ela, que nome é que ela pede...

Ingredientes (para 2-3):

250g de Laços (Farfalle)
2 Alheiras (normais ou "de caça")
3 coheres de sopa de Azeite
1 copo de Vinho Branco
3 ovos
75 g de Parmesão ralado
Sal e Pimenta Preta

Preparação:

Ponha a massa a cozer em água e sal.
Abra as alheiras e frite-as ao de leve no azeite, partindo com a colher de pau em pedaços pequenos. Adicione o copo de vinho e deixe evaporar até recomeçar a ouvir o barulho de fritura.
Escorra a massa um pouco mais dura que al dente e reserve um pouco da água de cozedura.
Misture a massa com a alheira, adicione um copo de água de cozedura e deixe a fervinhar, mexendo sempre. A idéia é que a massa vá absorvendo o sabor da alheira enquanto acaba a sua cozedura. Junte metade do Parmesão.
Bata os ovos com sal, pimenta preta e o resto do parmesão, junte à massa já fora do lume e envolva rapidamente.
Deve ficar cremosa mas nunca cozida.

10 comentários:

caosnacozinha disse...

Luís, identifico-me tanto! Detesto dar nomes às coisas que faço. Não tenho jeito, não consigo, enfim. Acabo sempre a dar-lhes o nome dos ingredientes ou qualquer coisa assim...

(a música por aqui é sempre tão boa! Obrigada pela Sonata ao Luar, que toca agora)

Beijoca *
Mariana

cupido disse...

A carbonnara é um molho de natas, ovos, pancetta e parmesão, para massas. Presumo que esta seja a designação mais correcta; assim, como aliás referes no início, um nome coerente poderia ser "farfalle com alheira em espírito carbonnara". O facto da massa ser enriquecida com a alheira e o molho ser privado da pancetta é uma variação interessante. Deturpa o princípio essêncial da preparação (massa al dente com o molho por cima), mas nem sequer parece grave.

Um abraço

anna disse...

Eu cá chamava-lhes farfalle impregnados de alheira, mas percebo que este nome é mesmo só para mim, não é nada atractivo...
Euzinha não quero saber do nome, estas massinhas parecem-me divinais!A estas ninguém poria defeito, aqui por casa...
Beijinhos.

LPontes disse...

Mariana, isto de dar nomes sem cair no repetido, no vulgar ou no pretensioso, tem realmente muito que se lhe diga. Veja-se o valor de um bom nome/marca no mercado!

Cupido, a carbonara não é um molho para massa (isso é o conceito das "engarrafadas")mas sim uma massa em que o molho é feito com ela, com os ovos e o seu calor, mais nada. E, apesar das distorções, não leva natas como, aliás a generalidade da cozinha italiana; Massa, pancetta,parmesão e ovos, c'est tout! Esta não é carbonara por isso mesmo... Vê um post mt interessante, hoje, no Cozinha com Tomates, sobre este tema.

Anna, essa noçã de "impregnação" é bem interessante... vou pensar! :-)

cupido disse...

Pois, isto de ler uma coisa a correr dá nestas coisas. Efectivamente, eu estava a falar da "versão americana", seja isso o que for. Achei piada ao uso de um toucinho feito com a zona da bochecha do porco (desconhecia).
Bem, mas em relação ao desafio, tb gostei da sugestão da Ana...

Eduardo Luz disse...

Ovos de borboleta !

Abs Ys.

pipoka disse...

Esses temas dão pano para mangas... a apropriação do nome de certos pratos para outros com ingredientes diferentes e a insistência em colocar natas na carbonara ;-).

Ainda outro dia um amigo, que tem um curso de pastelaria, ficou danado por ver chamarem a um creme de manga queimado, "creme brulé de manga", pois acha que "creme brulé" há só um.

Quanto ao nome desse prato, para mim um simples "fafarlle com alheira" deixa-me a salivar bastante mais do que um imaginativo "ovos de borboleta", que é uma sugestão engraçadíssima, por sinal.

beijos

Senhor Prendado disse...

Luis,
Acha "Farfalheiras" ruim demais?
Abraços
JB

Paula disse...

Nada preocupada com o nome, vou fazer esta massa cá por casa um destes dias... Pode ser que me surja um nessa altura.
É verdade que a verdadeira carbonnara não leva natas. O que por aí se vê!...

Cristina Oliveira disse...

Dê lhe o nome de «farfallheira»!! :)