sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

"Carbonnara" de Farinheira

............... As aspas do título estão lá porque apesar do que ali digo, isto não é uma carbonnara, prato antigo e de preceito firmado, feito com toucinho fumado e não, é claro, com farinheira.

Não é que a pobre carbonnara não esteja habituada a estas sevícias e bem maiores que esta, agora até, mercê da fome norte-americana por cream mais cream, quase sempre feita a nadar em natas, com chefs honrados a debitarem "carbonnaras" de natas com o maior dos à-vontades e as prateleiras de supermercado cheias de frascos com algo que se chama "Molho Carbonnara", se calhar até já existe e eu é que não reparei, algum "molho Cozido à Portuguesa" ou "molho bacalhau à brás", para juntar às batatas de pacote...
Sendo prato que demora a fazer pouco mais que o tempo de cozer o esparguete, é ideal para despachar honestamente e com alguma dignidade e pouco trabalho um almoço ou jantar daqueles que ainda não começaram a ser feitos e já deviam estar acabados. Foi o caso deste.
.
Ingredientes (1 pessoa):
.
100g de esparguete
1/3 de farinheira (na verdadeira, 50g de toucinho fumado)
1 colher de sobremesa de banha de porco
1 dente de alho
2 ovos
2 colheres de sopa de queijo ralado (parmesão, ilha,)
Sal e pimenta preta moída na altura
.
Preparação:
.
Ponha o esparguete a cozer em água e sal.
Como não havia em casa toucinho fumado e o presunto não tinha sido demolhado, foi mesmo com farinheira. Esfarele o interior da farinheira, grosseiramente, para uma frigideira onde pôs a banha e deixe fritar em lume médio até ganhar cor mas sem torrar, que dá à farinheira um sabor amargo e muito desagradável. Reserve.
. . Bata os ovos com uma pitada de sal e pimenta e junte-lhes o queijo ralado. Reserve.
...
Quando o esparguete estiver al dente, escorra-o e misture-lhe a farinheira frita. Envolva e deixe a massa 1 minuto a tomar sabor.
..
Sempre fora do lume, junte o ovo e mexa bem de modo a que não coza e fique apenas cremoso.
.

7 comentários:

anna disse...

Mas que irónico estás!Ele é molho de cozido e molho de bacalhau... tudo com batas de pacote.
Este almoço ou jantar assim rápidos... põem-me a pensar naquilo que é, sem ser...
Bela carbonnara com aspas!
Beijinho.

♥♥ belinhagulosa ♥♥ disse...

Mesmo ao meu gosto gostei muito Luís,obrigada

kombi disse...

que receita bem interessante.

Borboleta disse...

Deve ser muito bom, além de simples e prático!!!

cupido disse...

Realmente as "carbonárias" de pacote não têm descrição possível. Nunca provei e não volto a provar.

A tua versão é interessante. Gostei.

José Meirinho Esteves disse...

outra receita magnífica, que prima pela simplicidade!! parabéns!!!

Lia Teixeira disse...

Olá Luis,
Fiquei a conhecer hoje este cantinho através da Natacha do Sotão da Verdinha e já fiquei in love e claro, esta "carbonara" com farinheira, cativou-me de imediato, ou não fosse eu louca pela mesma.
Concordo e subscrevo as afirmações quanto ás atrocidades cometidas à verdadeira "carbonara".
Beijinhos,
Lia