segunda-feira, 19 de março de 2012

Linguado no forno em papelote aberto

                    Por vezes tem-se a sorte de apanhar exemplares assim, grandes, fresquíssimos, irresistíveis para o amante dos peixes e que fazem esquecer por um fatal momento as sinistras austeridades em que marcamos passo e aí vamos nós, que linguado assim não é peixe de dia a dia, pois não, mas um dia não são dias…
Quando se chega a casa com um bicho assim, quilo e meio todo torcido, feio e assimétrico como o destino o mandou ser, até as ovas são uma pequena e outra grande, instalam-se os dilemas da escolha do modo de realçar as amenidades únicas daquela carne branca e firme, o sabor peculiar e inimitável do linguado legítimo, frito, grelhado, au  meunier, com molho holandês, as cem maneiras de lhe fazer os filetes aristocráticos, cada lembrança a parecer suplantar, na antecipação, a lembrança anterior, só na Cozinha Ideal, de mestre Manuel Ferreira, há noventa e duas receitas para nos deliciarmos com o rei dos espalmados .
Decidi arriscar tudo na simplicidade, no forno e num processo pouco usado, o papelote aberto!
Isto de falar em papelote aberto parece um contra-senso, sendo a técnica do papelote uma técnica fechada por definição, mas de facto trata-se de um método apenas adequado a peixe e que permite, num cozinhado rápido e intenso, aliar a manutenção de humidade de uma cocção fechada em manteiga e limão, com a intensidade superficial de um tostado de forno aberto.
Delicioso!

Ingredientes:

1 Linguado
Sal e pimenta
Tomilho fresco
Sálvia fresca
Manteiga
Sumo de limão

Preparação:

Amanhe o linguado e tire-lhe as ovas, se for caso de tê-las. Faça-lhe uns cortes pela parte de cima de modo a deixar a espinha central cortada para facilitar o serviço.
Introduza nestes cortes as ervas aromáticas,
salpique de sal e pimenta preta moída no momento e distribua pedaços de manteiga por cima.
Estenda no tabuleiro do forno uma folha de papel de alumínio, maior que o linguado, ponha no papel mais uns pedaços de manteiga e ervas aromáticas,
disponha o linguado, levante as pontas de modo a formar uma caixa aberta com a forma do peixe, adicione o sumo de limão
e leve a forno aquecido a 200ºC, por cerca de 8 – 10 minutos, baixe para 170ºC durante o tempo necessário para cozinhar, que serão mais 5 – 7 minutos, conforme o peixe e o forno.
Não esqueça que não há peixe bem passado ou mal passado: o peixe está pronto no momento exacto em que fica cozinhado e a partir daí só seca.
  

6 comentários:

anna disse...

Babando com este linguado... nunca me deu para assar assim inteirinho. É só um dos meus peixes mais que preferidos...
E obrigada que nunca é demais lembrar que não há peixe mal passado...
Beijinhos.

Paula disse...

Deixou-me agora com água na boca!...

anna disse...

Vai ser o jantar... eu disse!!!

Mariete Alves disse...

vai ser o almoço, se não sair bem não sou eu a responsável...!!!

XPina disse...

Gostei muito. Estamos a acabar de comer :)

XPina disse...

Gostei muito. Estamos a acabar de comer :)