terça-feira, 3 de março de 2009

Ananás Assado no Sal

Esta receita, apresentada no seu programa "Entre Pratos" por Henrique Sá Pessoa, é uma sobremesa deliciosa e, principalmente, espectacular.

De fácil execução e de grande efeito na mesa, constitui ainda uma forma pouco usual de utilização deste fruto tão acessível como saudável e saboroso.

Ingredientes:

1 Ananás
2,5Kg de Sal grosso
0,5Kg de Sal de mesa, fino
2 claras de ovo
2 colheres de sopa de Canela moída
25 -30 Cravinhos
0,5l de Gelado de baunilha

Preparação:

Misture o sal grosso e fino com a canela e as claras, humedeça-o só o estrictamente necessário para formar uma pasta que não desmorone, mais ou menos como areia molhada mas não encharcada.
Corte as folhas do ananás rente ao fruto, espete neste de forma distribuída os cravinhos, deite-o numa assadeira sobre uma cama de massa de sal e com a restante, forre o fruto completamente com uma camada de cerca de um centímetro de espessura.




Leve ao forno bem quente durante 1 hora ou mesmo 90 minutos se for um fruto grande.
Parta na mesa a crosta de sal (cuidado que está muito quente),

retire-a e sirva as fatias bem quentes com uma bola de gelado de baunilha.

11 comentários:

Mary disse...

Luís, no final o ananás não fica um pouco salgado?

risonha disse...

ESPECTÁCULO!!!!!!!!!

LPontes disse...

Na verdade não fica nem pouco nem muito salgado: o sal serve apenas de invólucro e como não há líquido envolvido no contacto sal/fruto, este não se dissolve e não salga. A única transferência no sentido fora-dentro é do aroma de canela que o calor exterior "empurra" para o ananás.
É o mesmo que se passa com os peixes assados em sal: se não for temperado antes com sal, fica completamente ensosso.

cupido disse...

Bela sobremesa. Decididamente requintada.

ameixa seca disse...

Estou boquiaberta (é para ver se entra um bocadinho desse ananás na minha boca) com a receita. Pensei que a cama de sal era para peixes e carnes... afinal :)

Mary disse...

Obrigada pela informação!
Sabe que estou como a Ameixa: capas de sal ainda só vira em carnes e peixes, e mesmo assim fazia-me impressão tanto sal!!!
Afinal não é caso para alarme!LOL:)

Mad disse...

Liiiindo! E ainda por cima posso comê-lo (se me esquecer de juntar o gelado...).

Obrigada, Luís.

COZINHAR COM OS ANJOS disse...

Luis obrigada por partilhar esta delicia!!!Vou ter que experimentar.Beijinhos

anna disse...

Uma bela surpresa; em vez de um robalinho ao sal sai um ananás com ar esperto e delicioso! Esta é que eu nunca tinha visto nem imaginado... Boa!!!
Beijinho.

gasparzinha disse...

Não conhecia esta forma de cozinhar o ananás, mas como fã de peixe ao sal, terei mesmo que experimentar.
Consigo sentir o contraste entre o quente e o frio e a combinação dos sabores... :)

Maria Isabel disse...

Olá Luis,

Estou deliciada com o seu blogue. Uma das minhas sobremesas preferidas também é o ananás, mas grelhado em fatias e, ainda quente, regado com mel. Uma delicia! Experimente.
Tenho um blogue, mas de divulgação do meu primeiro livro (se quiser espreitar ascronicasdaisabel.blogspot.com) do lado esquerdo dá acesso a um outro com algumas crónicas.
Ainda não tenho um de culinária, mas brevemente vou ter. Neste momento estou a fazer um patê de grão com os meus temperos, depois deixo aqui o endereço.