quinta-feira, 15 de maio de 2008

Alheira no Forno com Courgette Xanax


Os doentes faltaram sem avisar, o computador bloqueava de 10 em 10m e tinha de reiniciá-lo, a Net faltava de repente e voltava quando lhe dava na real gana, as respostas aos infelizes com que me cruzava eram tortas, contra minha vontade, que queria que fossem mais tortas ainda! Enfim, felizmente acontece pouco comigo, mas estava a ser uma Quarta-Feira negra, tudo acontecia, talvez como nos outros dias, mas já se sabe, quando se está num dia assim, só há defeitos!
À tarde passei pelo supermercado a correr, não me apetecia pensar em comidas, fotos, blogs, tretas: comprei duas alheiras, uns cogumelos que tinham mesmo muito bom aspecto, estavam a chegar à prateleira, uma courgette, dá jeito para qualquer coisa, uma salada daquelas já lavadas, coisa a que, normalmente, até sou “alérgico”...
Quando cheguei a casa fui descarregar a “neura” para a cozinha, que é um belíssimo ansiolítico, sem fazer a menor ideia do que iria fazer com as compras.
Estive lá duas horas, é certo, mas saiu esta criação que aqui vos deixo e que foi um jantar magnífico e uma combinação de sabores notável. Um verdadeiro xanax !


Ingredientes:

1 Courgette grande
2 Alheiras de Mirandela
6 Cogumelos grandes, fechados
Puré de batata
Palha de Alho Porro
Canónigos
Flores de Nastúrcios
Manteiga fundida

Preparação:

Compre duas alheiras de Mirandela DOP, do mesmo tamanho e uma courgette direita e com cerca de 3-4cm mais do que as alheiras esticadas e mais 2-3cm de diâmetro. Escolha 6 cogumelos grandes e fechados mas que tenham algum pé.
Abra a courgette ao meio, longitudinalmente, e esvazie com o auxílio de uma colher de sobremesa a zona central, das sementes, de modo a que possa encaixar a alheira nessa cavidade, até metade. Dê um golpe ao longo da pele da alheira e retire-a. Endireite a alheira e encaixe-a até metade na cavidade feita na courgette.
Prepare um puré de batata e, com uma seringa ou saco pasteleiro deposite um friso sobre o rebordo da courgette ao redor de toda a alheira. Apare em bico os pés dos cogumelos e espete 3 em cada alheira. Pincele os cogumelos com manteiga fundida e leve ao forno com calor por cima ( parte de cima dos fornos a gás). Quando a alheira ficar tostada e os cogumelos castanhos dourado, se quiser cozer mais a courgette, passe a grelha mais para o fundo do forno durante mais uns minutos.
Acompanhe com palha frita de Alho Porro e uma salada mista de canónigos e flores de Nastúrcio.

Notas:

As flores de Nastúrcio, também conhecidos por Chagas e Capucines, são deliciosas, com sabor a agrião, além do espectacular efeito visual com que quebram a monotonia verde da maioria das saladas. Vieram do meu quintal.

6 comentários:

COZINHAR COM OS ANJOS disse...

Luis apesar de não estar a pensar em (fotos,blogs e tretas)até que saiu muito bem para a foto.E o sabor devia ser divino,para mim basta levar alheira já diz tudo!!!Mas o mix de sabores que fez então melhor ainda....bjs

Baú da Conceição disse...

Que belo prato.

Beijinhos

Marizé disse...

A palha de alho porro é novidade para mim, vou investigar.
A culinária também me provoca esse efeito relaxante, mas nem sempre o resultado é assim tão artistico.

anna disse...

O resultado é tudo de bom!
E eu que nem ligo às courgettes... nunca as trago para casa - lol!

eduluz disse...

Também sou fã das flores de Capuchinha. E as folhas também são excelentes pra saladas.
Agora, imagine se você estivesse com inspiração ?

RR disse...

Muitos parabéns pela invenção, que me deixou cheia de vontade de a experimentar! A culinária também é o meu Xanax. Deixo aqui os links para dois blogs (meus e de uma amiga/"sócia") de chocolate e queques decorados, para o caso de querer dar uma espreitadela... ansiolítica!:-)
www.trufatrufa.blogspot.com
www.quequeaway.blogspot.com