segunda-feira, 19 de maio de 2008

Ananás com Mel e Especiarias


A ideia ficou a martelar devagarinho, cá dentro, desde o post da mousse com coentros e moscada no Tachos de Ensaio . Depois, o ananás com limão em Cinco Quartos de Laranja , despoletou um fim de semana muito experimental, à volta de fatias de ananás, pimentas e especiarias, o muito querido mel. Porque, mais que de teorias, é das experiências que nascem os grandes sabores, várias horas e dois ananazes depois, nasceu esta maravilha que aqui fica, que é de comer e pedir mais, e mais, e mais...


Ingredientes:
1 sexta parte de ananás
1 colher de sopa de mel
1 pacotinho de açúcar
2 cravinhos
2 gotas de piri-piri em vodka
1 colher de chá de pimenta-rosa (grão)
1 colher de chá de pimenta branca (grão)
Raspa de noz moscada
"cabelos" de vidrado de laranja

Preparação:
Corte um ananás em seis gomos longitudinais. Com a fatia sobre a tábua, apoiada na casca, corte as extremidades verticalmente. Com uma faca muito afiada, retire o talo central dando um golpe de cada lado deste, a 45º, de modo a que após retirar o talo, fique um perfil em "M". Corte a polpa da casca e dê golpes verticais na polpa com cerca de 1,5 cm de espessura, deixando a casca inteira. Desfaze cada pedaço de modo a que um "bico direito" do "M" de um pedaço coincida com o "bico esquerdo" do pedaço seguinte. Reserve.

Coloque num tacho o mel, o açúcar e os temperos, excepto a moscada e o vidrado de laranja, e deixe ferver brevemente. Adicione a laranja e apague logo o lume para que os fios não fiquem encortiçados. Regue o ananás com este molho, bem quente, e raspe um pouco de moscada por cima.

Nota:

Só há uma variedade de ananás, apesar de, por motivos de marketing patriótico, se tenha vulgarizado o nome brasileiro Abacaxi para os ananazes provenientes de todo o mundo e Ananás para os provenientes dos Açores. É um pouco como a "banana" e o "plátano" , em Espanha.

Há exemplares magníficos e também medíocres em todos eles, quer sejam sul-americanos, africanos ou açoreanos e a pretensa superioridade do "nacional" não justifica a diferença abissal de preço. Usei ananaz da Costa Rica, que além de excelente até estava em promoção.

4 comentários:

Marizé disse...

Claro está que fiquei muito entusiasmada com essa mistura de aromas e sabores.
Só há um problema, sou péssima a escolher o ananás, tenho apanhado cada barrete!

Eliana Scaramal disse...

Que inusitada essa mistura?! Devo confesar que muito me encantou!!

risonha disse...

deve ter ficado uma delícia. cresce-me água na boca só de imaginar essa mistura de aromas.

janeca disse...

É a primeira vez que faço meu comentário...já fiz Ananáz com calda de Laranja e canela..mas adorei esta mistura de sabores,deve ser divinal!!
Obrigado a apresentação está convidativa á prova.